Matérias

VIDA EXECUTIVA: mas como é que um executivo consegue praticar mindfulness em meio à rotina corporativa? :/

Escrito por Maria Silvia

Esta é a pergunta que não quer calar.

É comum um equívoco de que MINDFULNESS seja relaxamento. Talvez porque grande parte das ilustrações e imagens utilizadas para remeter ao tema se utilizem de pessoas sentadas em posição de lótus (é uma das posições possíveis) e em cenários paradisíacos (nada contra, hein? – adoro uma montanha ou escutar o som do mar). Essas imagens nos traduzem bem-estar e paz interior e, sim, esses são alguns dos resultados do MINDFULNESS.

É esse bem-estar que lhe mantém inteiro, através do mínimo julgamento nocivo acerca dos fatos rotineiros, mas com todos os sentidos bastante atentos para as soluções mais eficazes. É essa paz interior, que lhe permite acessar e ficar no seu melhor, ser responsivo e cada vez menos refém dos rompantes reativos.

Quando tive a oportunidade de conferir sobre o que se tratava, em início de 2017 (eu também já passei por esse exato questionamento), o quadro de burnout pelo qual passava foi bastante e positivamente amenizado com algumas sessões. O MINDFULNESS resolveu o tema sozinho? Grande parte dele, sim. Adicionalmente, permitiu-me clareza para buscar outras soluções complementares.

A prática da meditação realizada antes de se iniciar o dia, contribui imensamente para a qualidade do gerenciamento das nossas emoções ao longo da jornada diária.

-E como um executivo consegue praticar o MINDFULNESS no escritório? A resposta é: SIM, é perfeitamente possível.

Não existe ditadura de duração. Sentando-se numa cadeira, olhos fechados, apenas com mínima postura e respiração adequadas para promover o estado de atenção plena. … isso promove a conexão com o momento presente

-E como se concentrar e parar de pensar no meio de um escritório? A resposta é: SIM, é perfeitamente possível. Apenas um detalhe: não se pára de pensar; permite-se priorizar a interiorização e se manter em atenção plena, e isso é muito diferente do que ficar brigando com o cérebro.

Quanto ao local ideal, em meio a um cenário de escritório: quando nos permitimos e queremos (e precisamos aterrissar no momento presente), encontramos o local ideal e pronto.

Para complementar com pesquisas e ilustrar os benefícios dessa prática, segue uma INDICAÇÃO DE FILME DOCUMENTÁRIO (dentre outros): FROM BUSINESS TO BEING, original em alemão mas com versão legendada no Netflix (existem alguns fragmentos no YouTube).

MINDFULNESS, quando praticado por grupos, tem um efeito transformador no ambiente e nas decisões das corporações – evoluindo para a eco-consciência.

Conforme o post anterior, não se trata de aniquilar com o universo corporativo, mas de quais escolhas fazemos para transitarmos e nos relacionarmos com ele.

O tema é muito mais amplo do que este post, mas vamos abordando gradativamente – em outros posts – as suas várias vertentes.

Maria Silvia Martos Pompeu – Terapeuta Integrativa

whats: 15 99607 0088, email: silvia.martos9@gmail.com

Sobre o autor

Maria Silvia

Deixe um Comentário