Matérias

Você na terapia integrativa

Escrito por Maria Silvia

VOCÈ NA TERAPIA INTEGRATIVA – como obter o melhor resultado

PRIORIZAR-SE

Já foi o tempo dos tabus sobre as pessoas que optam por se visitarem através da terapia. Aqui, a abordagem é sobre as terapias integrativas, as quais complementam positivamente os tratamentos alopáticos e/ou previnem disfunções emocionais e físicas e/ou elevam o bem-estar mental, emocional, espiritual e físico.

VAI PRA TERAPIA?

Excelente iniciativa. É uma oportunidade para você se revisitar, se olhar, se amar, se permitir, se abrir, se aliviar e expandir sua percepção a respeito de si própri@.

DURANTE A SESSÃO

Para se tirar o melhor proveito: Baixe as suas barreiras internas (julgamento, crítica, expectativa, ansiedade), traga o que está lhe incomodando, esteja presente e abra-se para se respeitar e confiar no terapeuta.

O PROCESSO

A partir do seu incômodo, pode ser necessário acessar o seu melhor e trazer outras contribuições que apontem para a causa. Confie no processo e participe das propostas que lhe forem feitas.

QUANTAS SESSÕES

Tantas quantas forem necessárias para você atingir o que considere ser seu objetivo em termos de bem-estar e paz interiores. Combine com seu terapeuta uma quantidade e periodicidade inicial, bem como uma forma para acompanharem as evoluções positivas e as eventuais novas oportunidades.

RESULTADO.

É muito comum finalizar-se uma sessão com extraordinária sensação de bem-estar, a qual se perpetua na medida em que você faz novas escolhas e incorpora novos pensamentos e atitudes. Você é fundamentalmente responsável pelo resultado. O terapeuta integrativo é um facilitador para o seu processo de gestão emocional, através de uma atitude sem julgamento, habilidade, sensibilidade e conhecimento para fazer a alquimia das técnicas integrativas: Reiki, Thetahealing®, Coaching, Método Sedona®, Florais, Access Consciousness®, Mindfulness, Constelação, dentre outras. Grande parte delas já reconhecidas oficialmente pela OMS – Organização Mundial de Saúde.

Permita-se! Revisite-se! 

Sobre o autor

Maria Silvia

Deixe um Comentário